Historia

Sobre Agfor

Nossa Historia

Fundação: 2008
Por: Michael Greene

Em 12 de Fevereiro de 2005 Dorothy Stang, uma freira estadunidense, foi assassinada no rio Anapú, no limite com o município de Portel na Amazonia Brasileira (facilmente classificada como uma das regiões mais instáveis da América Latina), por proteger as comunidades tradicionais da região. Sua história altruísta comoveu Michael (que já havia visitado o Brasil e se apaixonou pelo país, seu povo e sua cultura) que viu uma americana que poderia ter trabalhado nos EUA e decidiu um objetivo diferente, uma freira que viveu duramente na luta do povo e ganhou tão pouco, abandonou sua terra para se tornar uma mártir protegendo as comunidades tradicionais locais. A história da freira Dorothy achou um lugar no coração do Michael e levou a se questionar perguntas difíceis; como num país como o Brasil, tão maravilhoso, um povo tão afagador, ótimo clima, uma das 10 maiores economias do mundo, possui lugares pior que os piores municípios dos EUA em 1880, tanto no ano do assassinato de Dorothy (2005) quanto em 2021? O que seria “melhorar a vida das pessoas” necessariamente?

“seria eu capaz de fazer a diferença na vida de centenas ou até milhares de pessoas no tempo que Deus me deu na terra?”

Estas questões dentre várias que Michael ponderou ficaram consigo enquanto trabalhou como engenheiro na indústria automotiva, especialmente em seu ofício repetitivo que já o frustrava gradativamente mais, “qual meu objetivo na terra?”, “qual meu propósito?” Michael se indagava, certamente não era preenchendo relatórios e administrando peças automotivas. Suas indagações a si só cresceram a ponto de perceber que:

1. Michael queria ajudar a salvar a Amazônia, era melhor tentar e falhar do que nunca tentar.

2. Em 2008 Michael renunciou a sua carreira na área automobilística e reservou sua viagem apenas de ida para Manaus, no coração da Amazonia, com 7.000 dólares no banco, sem conhecer ninguém, não era uma viagem financiada e nem seria apenas uma semana ou duas, esta era a transição de um estadunidense médio para uma selva de pedra no coração da Amazônia, selva desconhecida para Michael, ele rapidamente fez contatos com profissionais em setores relacionados ao meio ambiente.

3. Os primeiros oito anos foram árduos, Michael sobrevivia sem dinheiro, trabalhava até 16 horas por dia em ambiente insalubre, clientes não faziam sua parte, não pagavam faturas, abusavam de sua cortesia, com alguns que ainda mascaravam uma amizade apenas para coletar informações profissionais que Michael havia adquirido, ele aprendeu a realidade do mercado internacional em primeira mão, porém, se manteve resoluto com pura perseverança nos projetos, nos objetivos.

4. Finalmente Michael era contactado por um futuro investidor que conheceu na igreja dos mórmons, ele solicitou a ajuda de Michael para uma missão, mesmo Michael não sendo mórmon, sua fama de bom coração foi o motivo que o investidor teve de acreditar, um milagre finalmente veio dos céus, Michael superou as expectativas dos mórmons em sua missão, sendo retribuído com um pagamento apesar de ser uma missão voluntária, este dinheiro que Michael recebeu foi investido de volta para ajudar outros necessitados.